UM RESTAURANTE DE COMIDA BRASILEIRA ONDE COMEM SANTOS E PECADORES

UM RESTAURANTE DE COMIDA BRASILEIRA ONDE COMEM SANTOS E PECADORES

É considerado o mais antigo restaurante de cozinha brasileira em Portugal, servindo pratos genuinamente tradicionais, oriundos da riquíssima e diversificada gastronomia regional dos diversos estados do Brasil

 

Fica no Príncipe Real este simpático restaurante onde comem santos e pecadores, todos atraídos pelo pecado da gula, da boa comida brasileira, genuína e cheia de sabor. Numa zona onde há de tudo um pouco, a comida tupiniquim reina absoluta neste espaço aconchegante, colorido e guloso.

Toque a campainha do número 39 da Calçada Engenheiro Miguel Pais, próximo da Rua da Escola Politécnica. No Comida de Santo pode experimentar uma autêntica cozinha tradicional num ambiente familiar, descontraído e que recria na perfeição a atmosfera do Brasil. Dois papagaios esculpidos em madeira fazem as honras ao “receberem” quem adentra o recinto. As paredes coloridas com pinturas que remetem à terra das palmeiras não ficam indiferentes, assim como as almofadas com estampas tropicais e as “fitas do Senhor do Bonfim” que decoram duas paredes: vieram diretamente de Salvador, na Bahia.

A cozinheira Ana Rocha com Tozé e Flor

Quem comanda o “Comida” é o simpático casal Tozé e Flor, portugueses apaixonados pelo Brasil, de onde trouxeram boa parte das inspirações para o menu. Ele ama cozinhar; Ela adora receber. Juntaram a fome e a vontade de comer para fundarem este restauranre alegre e que surpreende pela cozinha regional brasileira com um certo twist português, fruto de pequenas adaptações gastronômicas, caso do escondidinho de camarão e da casquinha de siri (que leva carne de caranguejo nacional português).

Detalhes da decoração

Outrora, do outro lado da rua existia uma mercearia, onde a filha de Tozé (António Pinto Coelho) gostava de ir comprar chupas, e foi nesse espaço que acabou por abrir o Comida de Santo, há 37 anos.

As pinturas coloridas nas paredes enaltecem a brasilidade

E porque o Brasil não é só picanha e feijoada, a caipirinha e a carne seca não faltam na ementa. E ainda, vatapá, moqueca e xim-xim de galinha. Na cozinha está a mesma pessoa há 30 anos, Ana Rocha, uma sorridente cozinheira cabo-verdiana que é a protagonista dos temperos.

Escondidinho de camarão

Para um abre-bocas ao melhor estilo verde-e-amarelo, inicie a aventura gastronómica por uma porção de linguiça frita, casquinha de siri e torresmos muito estaladiços que têm gosto de quero mais. Para acompanhar, uma caipirinha de cachaça tão equilibrada que talvez uma não chegue para aguçar o paladar. Experimente também a caipirinha “Gabriela Cravo e Canela”, com um pau de canela e cravinhos para um aroma bem peculiar e apetitoso.

Vaca atolada

Não saia de lá sem provar a maravilhosa vaca atolada (estufado de carne de boi com mandioca cozida – 14 €), ou ainda o escondidinho de camarão (camarão cozinhado num molho feito à base de leite de coco, coberto com purê de mandioca e queijo catupiry gratinado – 16 €).

Quindim

Se ainda assim não se deu por satisfeito, o quindim é sem dúvida a sobremesa obrigatória da casa… muito macio, texturas perfeitas e nada enjoativo. Dos melhores que alguma vez já comeram na vida, podem acreditam.

Tudo embalado por uma boa música brasileira de fundo, de curadoria de Pierre Aderne, que cria o clima perfeito do “país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza”. Um sítio must go para ir sempre que desejar uma comida de conforto, memorável e com sabor à Brasil.

COMIDA DE SANTO
Horário
Das 12h30 às 15h30 e das 19h30 à 00h00.
Encerrado à terça-feira.

Calçada Engenheiro Miguel Pais, 39 – 1200 Lisboa
Tel.: 21 396 33 39
[email protected]
www.comidadesanto.pt

No Comments

Post A Comment