QUINTA DE LA ROSA, A MELHOR SURPRESA DO DOURO NO NORTE DE PORTUGAL

QUINTA DE LA ROSA, A MELHOR SURPRESA DO DOURO NO NORTE DE PORTUGAL

De um presente de baptizado a uma das propriedades mais exclusivas à beira do Douro, a Quinta de La Rosa é uma excelente opção para uma fuga da cidade, ideal para casais ou mesmo famílias

 

Achas que pode ouvir o silêncio?

Na Quinta de la Rosa isso é possível! Localizada na região do Alto Douro Vinhateiro, a Quinta fica na encosta da margem direita, estendendo-se desde o rio Douro até uma altitude de 400 metros. Um paraíso reservado não só àqueles que estão a buscar tranquilidade e sossego, mas também aos amantes do bom vinho, da boa cama e da boa mesa.

A QUINTA E A HISTÓRIA

A paisagem idílica do vinhedo a perder de vista, a colossal e emblemática vinha Vale do Inferno, construída antes da I Guerra Mundial – e que teve um papel decisivo na classificação do Douro como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO – e os recantos frondosos carregados de silêncio da Quinta de la Rosa são motivos de sobra para uma estada nesta propriedade localizada no Pinhão.

Deck com vista para o Douro (Foto: Homem Cardoso)

Desde 1906 na posse da família de Sophia Bergqvist, a Quinta de la Rosa tem 55 hectares de área total e uma beleza extrema que convida a relaxar, desfrutando de uma privilegiada paisagem à beira do Douro.

Carrega no seu ADN a produção de vinhos do Douro e Porto; azeite e vinagre do Douro; e mais recentemente de cerveja artesanal. A família Bergqvist dedica-se à arte de bem receber desde 1985, ano em que abriu portas ao turismo.

O HOTEL

Há mais de 20 anos que a quinta tem vindo a receber hóspedes, o que levou a uma necessidade substancial de melhorar a propriedade, desenvolvimento esse que ocorreu em 2012.

Um dos quartos do hotel (Foto: Homem Cardoso)

Os hóspedes podem agora ficar na Casa da família, onde se pode absorver a história e excentricidade de uma casa com 100 anos de história e que foi construída de forma a se enquadrar no meio ambiente que a envolve.

Detalhes do quarto (Foto: Homem Cardoso)

Dos 21 quartos, apenas 1 não tem vista rio mas têm todo acesso à piscina. Para além disso há ainda mais duas casas, Lamelas (6 pessoas) e Amarela (10 pessoas), casa a cerca de 300m da casa principal, oferecendo assim uma acomodação alternativa para festas maiores ou arrendamentos por semana.

Uma das piscinas da propriedade (Foto: Homem Cardoso)

Nos quartos, não há televisão, entretanto há uma sala comum para que os hóspedes possam desfrutar de um bom vinho enquanto assistem ao seu programa favorito ou metem conversa com outros hóspedes.

Duas piscinas, sendo uma com borda infinita estão à disposição. E um deck com uma vista de tirar o fôlego complementam as instalações da Quinta.

Pequeno-almoço (Foto: Homem Cardoso)

Um pequeno almoço fabuloso e diversificado está à disposição dos hóspedes todas as manhãs, servido no restaurante.

O RESTAURANTE

É por meio de um elevador com acesso do deck próximo à recepção que se chega a um dos sítios mais especiais da propriedade, o restaurante Cozinha da Clara. Ao adentar o recinto, avista-se logo um par de cadeiras antigas de costas altas que decoram o aconhcegante espaço, ao lado do retrato de Claire Bergqvist, um óleo sobre tela que não passa despercebido. Um confortável tapete e um amplo espaço de paredes com madeira, além de uma vista fabulosa do Douro completam a decoração.

O restaurante Cozinha da Clara (Foto: Homem Cardoso)

A paixão de Claire pela comida e sua mesa de jantar eram lendárias, daí o nome do Restaurante, o “Cozinha da Clara”, comandado hoje pelo Chef Pedro Cardoso. Mas, quem brilha na cozinha são os ingredientes locais e outras matérias-primas portuguesas preparadas com carinho por Pedro e sua equipa.

O Chef Pedro Cardos e o quadro de Claire, ao fundo (Foto: Homem Cardoso)

Permita-se descobrir o reconfortante menu “A Castanha”, que como o nome sugere, é uma ode à castanha, com direito a um amuse bouche de boas vindas do Chef, um surpreendente Creme de Castanha, cogumelos e queijo da ilha (harmonizado com vinho La Rosa Rosé 2016); de prato principal, Cachaço de porco a baixa temperatura com feijocas e castanhas glaciadas (harmonizado com vinho La Rosa Tinto 2016); e de sobremesa, pudim de castanha e vinho do porto com gelado de lúcia-lima (acompanha La Rosa LBV 2013). O menu com vinhos sai a 45 € por pessoa, ou 35 € sem vinhos.

EXTRAS

Os hóspedes podem ainda desfrutar de experiências únicas como nadar no rio Douro ou fazer caminhadas ao longo da icónica parcela de vinha Vale do Inferno, plantada antes da I Guerra Mundial e que conta com algumas das maiores paredes de xisto em todo o Douro (5 metros).

A vinha Vale do Inferno (Foto: Homem Cardoso)

Além disso, podem sempre conhecer o património arquitectónico circundante; visitar as pinturas rupestres do Parque Arqueológico do Vale do Côa; passear a cavalo; navegar ou fazer um cruzeiro no Douro; ou andar de comboio num percurso à beira do rio, entre a Régua e o Tua, desfrutando de uma viagem única ao passado, marcada pela beleza da paisagem, são outras das atividades possíveis.

PRODUÇÃO DE VINHOS

Sob a batuta enológica de Jorge Moreira, a Quinta produz cerca 200.000 litros de vinho do Douro e 80.000 de vinho Porto, seguindo o método ancestral de pisa a pé em lagares de granito. O leque é muito completo no que toca ao vinho do Porto: Vintage; LBV; Colheita; Tawny 20 Anos; Tawny 10 Anos; Finest Reserve; Reserva Ruby; Fine Tawny; e Branco Extra Dry. A Quinta de La Rosa foi uma das primeiras a produzir os chamados vinhos de consumo.

Cave de envelhecimento vinho DOC Douro (Foto: Homem Cardoso)

Em Portugal, comercializa as seguintes referências: La Rosa, La Rosa Reserva e Tim Grande Reserva, nos brancos; La Rosa rosé; e douRosa, La Rosa, La Rosa Reserva e Vale do Inferno, nos tintos. O Tim e o Vale do Inferno apenas em anos de excelência. De uma joint venture entre Sophia Bergqvist e Jorge Moreira nasceu o projecto ‘Passagem Wines’, vinhos feitos com uvas da Quinta das Bandeiras, propriedade que a família Bergqvist tem no Douro Superior.

A prova de vinhos é ‘obrigatória’ para quem quiser conhecer melhor os grandes vinhos da La Rosa. Há sessões em Português e em Inglês e a marcação é feita direta na receção. Há ainda uma loja no local para comprar os vinhos que mais agradaram.

‘QUINTA DE LA ROSA A DOBRAR’ POR 250 EUROS

Para cativar a descobrir o Douro no Outono e no Inverno, a Quinta de la Rosa desenhou uma tentadora proposta, que inclui alojamento de duas noites, com pequeno-almoço, visita à adega e aos vinhedos, prova de vinhos e um jantar no seu recentemente inaugurado restaurante, o Cozinha da Clara.

A este pacote deu o nome de ‘Quinta de la Rosa a dobrar’, o que se justifica porque, por €250,00, esta é uma oferta para duas pessoas (casal ou não), e com a vantagem de poder ser gozado a qualquer dia da semana, incluindo o fim-de-semana. Para usufruir desde já e até final de Fevereiro de 2018, excluindo as datas festivas de 22 Dezembro de 2017 a 07 Janeiro de 2018 e de 17 a 18 Fevereiro de 2018.

A compra do pack ‘Quinta de la Rosa a dobrar’ é feita única e exclusivamente junto da Quinta de la Rosa. Para tal, basta contactar através dos números 254 732 254 ou 931 461 038, sendo emitido um voucher para gozo próprio ou oferta. Afinal, o Natal está à porta!

QUINTA DE LA ROSA . DOURO
Morada: Quinta de la Rosa, 215 . 5085- 201 Pinhão
Telefone: 254 732 254 ou 931 461 038
E-mail: holidays@quintadelarosa.com
Site: www.quintadelarosa.com

Glauco
glauco@senhorestilo.com
No Comments

Post A Comment