ALICE NO PAÍS DOS BORDÉIS, UM ESPETÁCULO A NÃO PERDER NA PENSÃO AMOR

ALICE NO PAÍS DOS BORDÉIS, UM ESPETÁCULO A NÃO PERDER NA PENSÃO AMOR

Feche as pernas e abra a boca. Vem aí Alice no País dos Bordéis, um espetáculo intimista para maiores de 18 anos, não recomendado a adultos sensíveis à crueza da realidade

 

Paredes vermelhas, candeeiros de abajur com berloques, imagens antigas de senhoras seminuas em poses timidamente eróticas, cadeirões forrados e tons de encarnado compõem o cenário; entretanto, o que os olhos não vêem, o coração não sente e a boca não pede.

Muito poucos terão acesso à sala secreta de Alice, mas os que conseguirem vão aprender que a vida de meretriz não significa apenas pernas abertas. Uma experiência para todos os sentidos onde a boca se abre, para depois se fechar e guardar o segredo mal acabe a experiência.

É assim que podemos definir “Alice no País dos Bordéis”, o espetáculo de Roger Mor que toma lugar num dos bares mais icónicos de Lisboa: a Pensão Amor. É neste edifício pombalino, que outrora foi de facto uma pensão com quartos alugados à hora a prostitutas e marinheiros e que é agora ocupado por este bar atrevido, onde se passa a história de Alice.

A experiência completa contempla inclusive sessões especiais com jantar de degustação.

A estreia é já na próximo sexta-feira, 7 de Julho, e vai até 4 de Agosto. A não perder!

SINOPSE

A 19 de Setembro de 1962 Salazar proíbe a prostituição, ordena o fecho dos bordéis e acaba com o estatuto das matriculadas em Portugal (o exercício da profissão era legal desde que a meretriz fizesse inspeções médicas semanais e tivesse a prova na sua cédula). Desde 1949 que se tentava impor a proibição, mas a lei aprovada nesse ano não surtira qualquer efeito e só em 1962, depois de muita pressão da igreja, o Estado Português, com o decreto-lei 44579, decide acabar com a mais velha profissão do mundo. Começa um alvoroço nos bordéis e o medo instala-se. Mas Alice, conhecida como a Louca, devido ao seu comportamento imprevisível, vê nesta mudança uma oportunidade e decide dar um novo rumo à sua vida.

Os segredos da má-vida de Alice vão deixar muitos de boca aberta, mas a sensual meretriz depressa vai ensinar como a fechar para que algo mais rentável se abra. Mistério, intriga, crime e paixão num discurso arrebatador que ajuda a viajar até à Lisboa dos anos 60 e a conhecer algumas das incríveis histórias das meninas que habitaram a mais amorosa das pensões. Os mais corajosos podem ir mais fundo e aceitar o convite de Alice para a sua sala secreta (sessões especiais com jantar de degustação), onde Alice ensina a fechar as pernas e a abrir a boca para descobrir o verdadeiro sabor da vida.

FICHA ARTÍSTICA

Autoria: Roger Mor
Encenação: Sofia de Portugal
Interpretação: Sofia de Portugal / Francisco Beatriz
Fotografia: Fernando de Pina Mendes

SERVIÇO

“Alice no País dos Bordéis” 
Local: Pensão Amor (R. do Alecrim, 19, Lisboa)
Classificação: peça para maiores de 18 anos
Duração espetáculo: cerca de 25 minutos
Sessões em Português e Inglês
Sessões de quarta a domingo entre as 18h30 e as 21h30
Sessões especiais com jantar (2 horas duração) : 20h (inglês); 21h (português)
Preços: espetáculo 6€; espetáculo com jantar 69€
Bilhetes online e informações em pensaoamor.bol.pt
Concepção de menú: Guilherme Spalk

No Comments

Post A Comment