BOY’S TOY: AZZARO WANTED

BOY’S TOY: AZZARO WANTED

Wanted: como “querido”, “pedido”, “procurado”, “desejado”. Uma palavra multifacetada e repleta de nuances…

Assim é a mais recente fragrância de Azzaro, que simboliza a entrada da marca numa nova era e personifica o renascimento de seus perfumes para homens. Marcante, envolvente e extremamente sofisticado. Para entender Wanted é preciso revisitar as obras de Fabrice Pellegrin, o perfumista que assina esta fragrância. Não é dificil achar uma referência olfativa que é marca registada de suas fragrâncias direcionadas para o público mais jovem: de Playboy (Playboy VIP Platinum Edition) a Pacco Rabanne (Black XS L’Exces for Him), de O Boticário (Quasar Onix) a Diesel (Fuel For Life Spirit), de Agonist (Liquid Crystal) a Zara (Sunrise Rose – feminino). Pode-se dizer que Monsieur Pellegrin tem sua marca impressa do A a Z na perfumaria e portanto, entende do que faz de melhor: perfumes icónicos.

Pode parecer forte ao primeiro contacto, mas ocorre que na pele ele comporta-se de uma maneira totalmente diferente. E impressiona pela personalidade marcada, quente, fazendo de Wanted uma fragrância amadeirada-cítrica-condimentada, resultado da fusão dos três ingredientes-estrela presentes em sua fórmula, notadamente o cardamomo da Guatemala, o vetiver do Haiti e a fava tonka do Brasil, que combinados entre si produzem uma envolvente bomba aromática.  Contém ainda gengibre, duo de limão e cedro-de-espanha. Tem boa fixação e é daqueles perfumes que deixam um “rasto” no ar e atraem olhares. Uma verdadeira arma de  sedução que não se deixa passar despercebida.

A fragrância é bastante versátil e ideal para um dia frio, um almoço de negócios ou mesmo uma noitada de festa. Sem dúvidas o melhor perfume que Azzaro já criou para homens, na minha opinião.

Quem dá a cara para a fragrância é  Nikolaï Danielsen, o manequim sérvio-norueguês que tem ganhado os holofotes da moda.

Fotos: Rafa Pires

Perdoem-me o trocadilho, mas para dizer que não falei do frasco, este sim é uma obra de arte à parte, se assim pode-se dizer. Autêntico e surpreende, faz alusões às paixões masculinas, tais como relógios, carros potentes e armas de fogo. O frasco cilíndrico facetado de formas geométricas redondas é uma mistura harmoniosa de design e tecnologia, proeza técnica e audácia artística. Um objeto de desejo que poderia muito bem tornar-se facilmente objeto de culto.

“Existe uma espécie de ambiguidade, um paradoxo um pouco fascinante entre as notas amadeiradas quentes e as especiarias frias. Mas diria, no entanto, que o desejo deve-se sobretudo ao gengibre (e ao seu aroma condimentado-apimentado-rosado). É um ingrediente chave neste perfume e no seu simbolismo afrodisíaco”Fabrice Pellegrin, acerca do que torna este perfume tão desejável.

No Comments

Post A Comment