HÁ UM NOVO LISTENING BAR EM LISBOA QUE PROMETE SER O MAIS COOL DA CAPITAL

HÁ UM NOVO LISTENING BAR EM LISBOA QUE PROMETE SER O MAIS COOL DA CAPITAL

Há um novo gastrobar em Lisboa que você precisa descobrir: atende pelo nome de Dahlia e tem um conceito de listening bar que vai animar o seu fim de tarde e noite

 

Fica no Cais do Sodré, mesmo nas traseiras do Mercado da Ribeira, mais precisamente na Travessa do Carvalho e promete entrar na lista dos sítios mais cool da capital portuguesa.

Inspirado nos bares de música do Japão dos anos 50, o Dahlia oferece uma experiência de restaurante e bar com som de alta qualidade, vinhos naturais e ementa assente na partilha, com pratos inspirados no Médio Oriente e Mediterrâneo.

Adam Purnell, o gerente do espaço, é por si só uma personagem que reflete a boa onda do bar: multicultural, vibrante e irreverente. A voz rouca e o inglês carregado, de acento “british” mete-se à conversa com quem passa na frente, convidando as pessoas na rua a entrarem. Sorte de quem entra…

O conceito não é novo – apresentado anteriormente pelo Static, em Lisboa – entretanto, neste espaço, projetado e decorado por Tiago Oudman, pode ouvir-se música de todos os géneros tocada em vinil, através de um sistema de som otimizado, num ambiente descontraído e cheio de boa onda. O espaço é simples, mas muito aconchegante e a vasta coleção de vinis do Dahlia, escolhida por David (DJ Trus’me), fica atrás do balcão, à vista de todos. Sente-se ao balcão e terá uma experiência verdadeiramente genuína, entre copos de vinho natural, comida para partilhar e bom som e boas risadas. Há também uma pequena esplanda, para os dias mais quentes, mas é no interior que a coisa “ferve”.

À mesa, os pratos são acompanhados por um vasto leque de vinhos naturais, os reis da carta de bebidas, que aqui ganham destaque, e são os únicos vinhos à mesa. Os clientes podem escolher entre uma seleção de 20 referências, tanto nacionais, como internacionais (Espanha, França ou Nova Zelândia) que vão ser permanentemente renovadas. O Dahlia trabalha com vários pequenos produtores de vinho que utilizam técnicas alternativas, sem recurso a produtos químicos, e pretende com isso divulgar este setor a ganhar cada vez mais notoriedade, e mais adeptos. A experiência no Dahlia pode também ser acompanhada por uma cuidada seleção de cocktails, como o Mezcal Negroni ou o Hibiscus Fizz, preparados pelo mixologista Rony Hernandez.

Na cozinha, quem brilha são os ingredientes locais, sazonais e matérias-primas frescas selecionadas diariamente nos mercados da zona, pelos chefs Vitor Oliveira (ex-Dama’s) e Gabriel Rivera. No Dahlia, não são utilizados molhos industriais, sendo que tudo é preparado no local, seguindo a premissa de desperdício zero. o menu está sempre em atualização, de acordo com os produtos disponíveis em cada estação do ano, e com a criatividade da dupla de cozinheiros.

A carta, composta por comida para partilhar, propõe entradas como o flatbread caseiro ou as chips de raízes de vegetais. Já na secção dos “vegetais”, produtos em destaque no menu, encontramos pratos como couve-flor caramelizada, chimichurri, creme de amêndoas e pepino, pickle de maçã verde, azeite de sementes de abóbora. Todos os pratos de vegetais têm opção vegan. Camarão selado, chilli bisque, kimchi e Costeletas de borrego seladas, cominhos, queijo caseiro são outras das propostas gastronómicas dos chefes. Para rematar a refeição, o Dahlia propõe, por exemplo, o bolo de chocolate, sabayon de sésamo preto.

Horários:
Aberto de terça-feira a sábado, das 18h30 às 01h00 (cozinha encerra às 23h).
Morada: Tv. do Carvalho 13, Lisboa.

No Comments

Post A Comment