LOMBINHO DE PORCO PRETO COM MEL E GENGIBRE, UMA RECEITA INVERNAL PARA UM DOMINGO CHUVOSO

LOMBINHO DE PORCO PRETO COM MEL E GENGIBRE, UMA RECEITA INVERNAL PARA UM DOMINGO CHUVOSO

 Por Manuel da Maia

Lombinho de porco preto com mel e gengibre, wedges de batata doce no forno e molho de maçã Granny Smith

 

Lombinho de porco preto:

Lombinho de porco preto – 1,5Kg
Alho em pó – 1 colher sobremesa
Cebola em pó – 1 colher sobremesa
Pimentão doce em pó – 1 colher sobremesa
Limão – 2
Gengibre fresco ralado – 3 cm
Mel de boa qualidade – 2 colheres sopa
Azeite – 3 colheres sopa
Água – 100 mL
Sal grosso q.b
Pimenta preta q.b
Cebola roxa – 1 grande

Wedges:

Batata doce grande  – 3un
Alho – 5 dentes
Louro – 2 folhas
Sal grosso q.b

Molho de maçã:

Maçã Granny Smith – 500g
Manteiga com sal – 30g
Açúcar mascavado – 2 colheres sopa

Preparo

  1. Para a carne: juntar os ingredientes secos, adicionar o azeite, a água, o sumo dos limões, o mel e o gengibre ralado; cobrir e besuntar a carne neste preparado de modo uniforme. Reserve.
  1. Ligar o forno a 160ºC.
  1. Colocar água com um pouco de sal a ferver. Lavar bem as batatas em água fria corrente e ainda com pele, cortar em wedges (palitos grossos em forma de cunha). Quando a água estiver a ferver, juntar a batata, os dentes de alho (com pele) e as folhas de louro. Deixar ferver 5 minutos, escorrer e reservar (inclusive o alho);
  1. Cortar a cebola às rodelas e dispor num tabuleiro; colocar a carne por cima e regar com a marinada. Levar ao forno durante 2 horas, tendo sempre atenção e rodar pelo menos uma vez (para a carne não secar);
  1. A carne já está no “quentinho”, agora vamos ao molho: descascar e cortar as maçãs em quartos, colocar numa frigideira alta com 100 mL de água. Quando estiver bem quente reduzir para lume médio, tapar e cozinhar durante 10 minutos ou até as maçãs estarem bem macias. Retirar do lume, reduzir a puré (esmagar com as costas de uma colher deve ser o suficiente), juntar a manteigae, o açúcar e voltar a pôr no lume médio/baixo, mexendo de vez em quando até engrossar;
  1. Colocar as wedges e o alho num tabuleiro, regar abundantemente com um bom azeite extra virgem e sal grosso, misturar bem até “todos” estarem cobertos e depois pôr no forno 25 minutos antes da carne estar pronta. Assim sai tudo quente (e tudo ao mesmo tempo) do forno;
  1. Está na hora de servir! Vamos tirar a carne e as batatas do forno. O molho pode levar um calorzinho só 20 segundos antes de ir para a mesa, mas frio também faz um contraste óptimo! Desta vez optei por um saboroso feijão-verde em juliana cozido como complemento, mas uma rúcula com azeite e limão ou uma salada de alface iceberg com coentros também não o vão deixar mal visto!

 

Para mim, uma receita é apenas o ponto de vista de alguém que gosta tanto de cozinhar que foi capaz de passar para o papel a sua maneira de trabalhar. Aquela carne apuradinha ou aquele peixe super fresco que fez no dia em que pediu a sua cara-metade em casamento, ou no primeiro dia de escola da filha, como qualquer verdadeiro Senhor Estilo faria. Ou seja, uma receita pessoal é muito importante para o cozinheiro amador, e é o que faz sentido para quem a redigiu, e por isso mesmo, quem a lê deve-se sentir à vontade para adaptar consoante o gosto, as restrições alimentares ou simplesmente com o que tem disponível em casa! Espero que gostem!

Gostou dessa receita? Então partilha no teu Facebook. Mais aventuras gastronómicas no Instagram @eye_delight.

No Comments

Deixe uma resposta