O CABARET PICANTE DE JOSÉ AVILLEZ ONDE A COMIDA É COADJUVANTE

O CABARET PICANTE DE JOSÉ AVILLEZ ONDE A COMIDA É COADJUVANTE

O CABARET PICANTE DE JOSÉ AVILLEZ ONDE A COMIDA É COADJUVANTE

Conheça o Beco Cabaret Gourmet, um lugar exclusivo onde a cozinha se cruza com o mundo do espectáculo numa experiência memorável criada pelo chef José Avillez

 

Prepare-se para uma atmosfera de luxo, glamour e sensualidade… está a entrar no Beco Cabaret Gourmet, o restaurante mais “picante” do chef José Avillez, um lugar exclusivo onde a cozinha se cruza com o mundo do espectáculo.

Situado no Bairro do Avillez, atrás de uma passagem escondida, este local sofisticado e envolto em mistério, inspirado nos clubes dos anos 20 e 50, só abre portas ao fim do dia, para o jantar-espectáculo.

Não há ousadias excessivas. Para lá de todo este ambiente Moulin Rouge ligeiramente mais pudico, há boa música, encenada por um grupo de bailarinos-cantores, há boa comida, padrão que se espera de José Avillez.

A começar pelo espectáculo… a animação tem início com um bailarino simpático e desconfiado, que pede em português e inglês que as pessoas não filmem a apresentação – um pedido em vão, já que todos querem “instagramar” que estão num sítio com a assinatura José Avillez. Entretanto, as fotografias são permitidas e o mesmo anfitrião pede que as pessoas caprichem nos clicks para pegar o seu melhor ângulo.

Engana-se quem pensa que verá mulheres desnudas a insinuarem-se: lá é tudo muito profissional, bem encenado e leve. A protagonista, de nome Pavlova, é uma simpática senhora de peso levemente avantajado e com um apetite incontrolável (por comida, diga-se de passagem). É divertida, caricata e canta bem. As demais bailarinas são miúdas todas giras, que também divertem os convidados, ainda que atuando como coadjuvantes.

Tudo gira em torno do burlesco e hits como “I will survive”, “Back to black” e “I just wanna make love to you” ajudam a elevar a fasquia do espectáculo. Mas fica-se por isso. A interacção com os convidados é um bocado tímida, talvez para preservar a intimidade do público.

No meio de todo esse reboliço, há boa comida no Cabaret e quase toda deliciosa. O serviço, atento e bem coordenado, tem início com a meticulosa colocação de um guardanapo branco, ainda quente, marcado com um “batom” vermelho em formato de beijo.

O menu de inspiração global servido no jantar-espectáculo é composto por 12 momentos distintos e é sempre surpresa. Neste menu de degustação, ficam-se a conhecer algumas das criações mais inesperadas do chef José Avillez.

O primeiro momento traz muitas coisas pequeninas e saborosas. Dentro de uma rosa está escondido um pedaço de maçã embebido em tequila. Olhando, ninguém adivinha e tem de ser o empregado (devidamente vestido) a ensinar como se faz: “Tire só o que está no meio, com a pinça”. Segue-se um shot de guacamole cremoso; tosta de foie gras finíssima, dentro de algodão doce; brandade de bacalhau notável; e um tártaro de atum dos Açores com malagueta, levemente picado, a condizer com a proposta da casa.

Na sequência, um ceviche com gambas da costa com flores, mel de yuzo, granizado de leite de tigre e milho traz o marisco fresco e bem temperado; uma deliciosa surpresa com texturas, cores e sabores que enchem os olhos. Há um interlúdio para pães com uma gema trufada e uma maionese de chouriço. Ainda, o ovo à baixa temperatura com parmesão, trufa e alcachofra, combinação improvável e surpreende. Já de pratos principais, um carabineiro no tagliatelle, com funcho e caviar, politicamente correcto. E um bom rabo de boi com puré de favas. No final dos principais, grande recriação de piña colada em forma de bolacha, a abrir caminho para doces olvidáveis, que acabaram com uma caixinha de jóias na mesa, com um colar de pérolas e ao meio, um doce de chocolate branco que tinha sabor de quero mais.

No Beco, também bebe-se, e muito bem! Do completíssimo bar ao fundo da sala saem vistosos cocktails ricamente preparados pelo bartender Miguel Dumas. O espírito indulgente deste espaço torna a conhecida marca de champanhe Perrier-Jouët – que associou-se ao projeto como parceiro – o complemento perfeito para o espectáculo.

O Cabaret é uma grata surpresa em todos sentidos. O espectáculo associado à experiência gastronômica proporciona momentos únicos. José Avillez mais uma vez consegue surpreender-nos e reinventar-se.

O dress code é o casual chic. O Beco é acessível apenas a maiores de idade e as reservas são obrigatórias. O menu de degustação com o espectáculo custa 95 € por pessoa, excetuando-se as bebidas. A primeira taça de champanhe Perrier-Jouët é o welcome drink, por conta da casa.

Beco Cabaret Gourmet
Reservas: www.becocabaretgourmet.pt | Tel: +351 210 939 234
Bairro do Avillez | Rua Nova da Trindade, 18, Lisboa, Portugal

No Comments

Post A Comment